A EMPRESA

Conheça a nossa história

Prazer, Charles!

Minha relação com o bar começou antes mesmo de eu imaginar que seria um Bartender. Sou de São Carlos, interior de São Paulo, e ainda na adolescência, sempre surgia o assunto: “o que você quer ser quando crescer?”. Grande parte dos amigos já sabiam a resposta: um pensava em ser chef de um grande restaurante, outro almejava ser um engenheiro bem sucedido, o outro se imaginava como um publicitário famoso, etc. Eu dizia que só queria trabalhar com algo em que meus amigos pudessem participar.

Em 2002, cansado da rotina, fui para o Japão em busca de novos desafios. Por acaso (ou não!), trabalhei como atendente em uma churrascaria brasileira durante três anos, onde aprendi a lidar com clientes, satisfação dos mesmos e qualidade de serviço. Na correria do dia-a-dia, precisávamos fazer um pouco de tudo e, principalmente, as famosas caipirinhas.

Durante os Happy Hours que aconteciam no restaurante, eu não ficava satisfeito apenas em servir, mas também queria entreter os clientes, para que pudessem se divertir e apreciar uma caipirinha feita por mim. A partir de então, procurei me especializar: fiz meu primeiro curso em bar na Professional School of Nippon Bartender , em Shibuya - Japão.

Depois de ter concluído o curso, voltei para o Brasil em busca aperfeiçoamento. Trabalhando e convivendo com profissionais da área, senti que estava cada vez mais próximo de realizar os meus objetivos, que inicialmente surgiram do outro lado do mundo. Tive o privilegio de conhecer pessoas que foram importantíssimas para o meu aprendizado e conhecimento, como Pedro Alves Cardoso, Paulo Monteiro e Valtencir Bertone.

Hoje, posso dizer que alcancei meu objetivo e ainda realizei meu sonho de criança. Acredito plenamente que o bom atendimento e a qualidade de serviço fazem a diferença na hora de apreciar um drink. E cada sorriso espontâneo que vejo no rosto dos clientes me faz acreditar mais ainda que estou no caminho certo com a Mr. Charles Bar.

 


A Mr. Charles Bar

A Mr Charles Bar foi criada com o intuito de entreter as pessoas enquanto apreciam nossos drinks. Para isso, trabalhamos com coquetéis personalizados de acordo com o gosto de cada cliente, prezando sempre o carisma e o bom atendimento dos nossos bartenders. Como diferencial da empresa, promovemos entretenimentos como: truques de bar, mágicas, desafios de balcão e Workingflair (malabares durante a confecção dos coquetéis).
O objetivo da Mr. Charles Bar não é embebedar nossos clientes, mas sim fazer parte do seu evento com muita alegria, dedicação e drinks de boa qualidade.

 

Drinks

Entre as famosas caipirinhas tradicionais e coquetéis clássicos, a Mr. Charles Bar confeccionou um cardápio de caipirinhas e coquetéis especiais. À base de Vodka, Cachaça, Sakê ou Rum, misturados com frutas da época e especiarias, preparamos o coquetel especialmente para o seu evento! Caso queira sair da rotina, peça uma sugestão dos nossos bartenders. O coquetel perfeito para o seu paladar!

 

Alcoólicos

Um drink criado após o surgimento do Curaçau Blue na década de 1960, os apreciadores de coquetéis foram logo atraídos pelo seu sabor refrescante e sua cor azul. Esta mistura de vodca, curaçau blue e limonada é uma criação de Andy Mcelhone, filho do lendário Harry do bar Harry's de Nova York. A receita original levava suco de limão-siciliano em vez de limonada.

 

 

 

 

Daiquiri: na falta de gim, os adoradores da bebida tiveram que se virar com rum na cidade de Daiquiri, em Cuba. Em 1900 foi criado o drinque que encantou o paladar do presidente americano Jonh F. Kennedy e do escritor americano Ernest Hemingway. Imagina agora, com a mistura de xarope de maça verde?! Especialmente saboroso!

 

 

 

 

 

Juntamente com os charutos, o Mojito é um dos mais famosos artigos de exportação de Cuba.

Seu nome (que se pronuncia "morrito") tem origem na palavra africana "mojo", que significa "lançar um pequeno feitiço".

Ernest Hemingway ficou famoso por beber o excêntrico Mojito, no bar La Bodeguita del Medio, em Havana, e James Bond seguiu seu exemplo em Um novo dia para morrer.

 

O Coquetel mais polemico em questão de qual historia é a real, mas temos algumas curiosidades interessantes sobre esse coquetel tão saboroso e famoso entre as mulheres.

Dizem que o drink foi criado acidentalmente pelo cantor Mick Jagger após ser proibido pelo médico de ingerir álcool, onde ele conseguia burlar o coquetel se passando por suco de pêssego. e foi bem na época do filme "Cocktail" estar em alta, estrelado pelo ator Tom Cruise.

Uma outra história mais cabeluda, dizem que foi criado em 1991, quando um dos primos dos Kennedy (família presidencial dos EUA) foi acusado de estrupar uma garota chamada Patricia Bowman, na propriedade a beira mar. Tudo começou, claro com alguns drinks... O caso ficou conhecido como o caso do Sex On The Beach. Um bartender de NY aproveitou a fama do caso e criou um drink com ingredientes simples mas que agradava mo paladar.
Para os amantes da sakerinha, e caipiroskas de morango, uma ótima opção de variar e experimentar o delicioso e refrescante caipiry, uma variação das nossas famosas caipirinhas a base de vodka e st. Remy.

 

 

 

 

 

 

Long Island É um dos coquetéis mais famosos do mundo por causa da grande quantidade de destilados utilizados na sua confecção. Mas antes da receita, a história.

Drink disfarçado de chá. Esse é o resumo do que ele é. Alguns também o chamam de cocktail da verdade, devido ao efeito rápido e devastador dessa bomba!!!

Durante a famigerada lei seca nos EUA, tendo nascida em 1919 e durado quase 14 anos, a criatividade para burlar a fiscalização deu origem a alguns coquetéis peculiares. Um barman (em Long Island, of course) criou um drink com uma idéia em mente: misturar vários destilados com algo doce para tornar impossível a identificação de qualquer um dos ingredientes da bebida. Assim, juntou Vodka, Tequila, Rum, Gin, Triple Séc, Sweet & Sour (um mix a base de limão e açúcar) e coca-cola num copo longo com bastante gelo. O resultado foi uma bebida doce, refrescante e escura, muito semelhante a um chá gelado, e que portanto poderia ser teoricamente consumida despercebidamente pelas autoridades. Era impossível determinar que tipo de destilado havia na receita. A “senha” para a ilegalidade era pedir um “long island ice tea”. Essa pode não ser a verdadeira versão da sua origem, concordo. Mas é uma história tão saborosa quanto o cocktail.
Caipiry, drink refrescante a base de caipiry e vodka com suco de lima e limao.

 

 

 

 

 

 

 

 

Não Alcoólicos

Para os apaixonados pela coquetel cubano, mas não quer uma gota de álcool, o Mojito Fresh é uma ótima opção para se refrescar, com muito hortelã, gelo e H2O.

 

 

 

 

 

 

Pela linda cor azul, misturado com xarope natural de curaçau sem álcool, suco de abacaxi e H2o, sem transforma no coquetel favorito entre os meninos.

 

 

 

 

 

 

 

É nada mais, que um coquetel diferenciado. Daqueles que quando se pensa em maçã verde, logo de cara é rejeitado, mas assim que apreciado, vira o numero 1 de sabor e qualidade!

 

 

 

 

 

 

Não podia deixar de falar quem é o favorito entre as meninas! Para os amantes do morango, misturado com suco de laranja, se torna o coquetel não alcoólico mais docinho e saboroso da Mr. Charles Bar.

 

 

 

 

 

 



Quem nunca experimentou as famosas sodas italianas? Muito gelo, xaropes naturais a sua escolha e H2O. Mas a diferença está no nosso segredo, algumas gotas de Sweet&Sour Mix, não deixem de experimentar!

 

Galeria

Confira algumas fotos de eventos onde a Mr. Charles Bar esteve presente.

Parceiros

 

Contato

Entre em contato conosco e peça um orçamento.

Contatos